Início » Notícias


Geral



Rejupe/RJ discute legado social dos megaeventos

Rio de Janeiro (RJ), 19 de setembro de 2013 – Qual o legado você deseja para os megaeventos esportivos que vão ocorrer no Brasil? Motivados por essa pergunta, jovens da REJUPE (Rede de Adolescentes e Jovens pelo Direito ao Esporte Seguro e Inclusivo) decidiram organizar um tribunal para refletir ampliar o debate, mobilizar a sociedade e dialogar com o poder público sobre as questões mais importantes acerca do tema. É o Tribunal dos Megaeventos Esportivos no Brasil, uma realização das ONGs streetfootballworld e Bem-TV, com parceria do UNICEF. O evento ocorrerá no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB-RJ), dia 23 de setembro, a partir de 13h30. Os jovens participantes se dividirão em 3 grupos: advogados de defesa, promotores e júri. Os réus são os megaeventos esportivos que ocorrerão no Brasil, como a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016. O debate será conduzido pelos presentes, com diversos argumentos e vasto conteúdo para acusar e defender tudo que envolve o caso, principalmente discutindo quais legados ficarão para o Brasil. “O tribunal vai dar voz a nossos pensamentos. Nós, jovens, queremos não exatamente julgar, mas refletir sobre os grandes acontecimentos em nosso estado, em nosso país”, afirma Christian Valentim, 18 anos, integrante da Rejupe/RJ. Além de aumentar a discussão e tentar alertar a sociedade para o assunto, o tribunal também tem o objetivo de chamar a atenção das autoridades e figuras públicas, tentando levar a debate para outras esferas. No fim do dia, uma carta com os principais assuntos será produzida e destinada aos órgãos responsáveis.  “Atividades como essa são importantes para dar visibilidade ao papel do futebol e do esporte para o desenvolvimento social. A sociedade e o poder público podem e devem dar atenção a iniciativas desse tipo”, afirma Mirella Domenich, gerente geral da ONG streetfootballworld Brasil. Para Márcia Correa e Castro, coordenadora da Bem-TV e mediadora do tribunal, os jovens darão um exemplo de como a população deve se portar diante de assuntos como esse. “Ninguém está colocando em cheque a realização da Copa e da Olimpíada. Mas é preciso manter a discussão sobre esses eventos, e, é o que os jovens irão fazer”. Ela ainda conclui ressaltando a importância de encaminhar as propostas a quem possa interessar. “Não queremos que fique só na intenção. Por isso, o resultado da reflexão será encaminhada aos gestores públicos”. Assista aqui Tribunal dos Megaeventos. Serviço: Tribunal dos Megaeventos Esportivos no Brasil: qual legado você deseja? 23 de setembro, segunda-feiraA partir de 13h30Centro Cultural Banco do Brasil - Rio de JaneiroAuditório - 4° andarRua Primeiro de Março, 66 - Centro Informações para a imprensa: Victor de Oliveira – streetfootballworld Brasil(21) 3173-3311 e (21) 7301-2512oliveira@sfw.org.brwww.sfw.orgfacebook.com/streetfootballworldBrasiltwitter.com/sfwBrasil   Daniela Araújo – Bem-TV(21)3604-1500 ou (21)9544-0298dani@bemtv.org.brwww.bemtv.org.brfacebook.com/BemTV  Leia mais

Gincana 'Vamos Mudar o Jogo' têm início no Conjunto Ceará

Fortaleza (CE), 18 de setembro de 2013 – Entrar em campo e disseminar as discussões sobre direito ao esporte seguro e inclusivo tem sido um dos marcos da REJUPE no Estado do Ceará.  Logo, na Gincana ‘Vamos Mudar o Jogo’ não poderia ser diferente. Na noite desta terça-feira (17/09), a jovem integrante da rede, Brenda Albuquerque, esteve na ONG Solivida, no Bairro Conjunto Ceará, para mediar o Grupo de Discussões - GD sobre direitos humanos em tempos de megaeventos esportivos. O bairro que estampa capas de jornais apontando violência, agora é palco para a Gincana da Rejupe/CE que, em parceria com a ONG Solivida, realizarão atividades de incidência política, participação, comunicação e, claro, nosso bom e querido esporte aplicado às questões de equidade de gênero. Para Brenda Albuquerque, é marcante ver o interesse da garotada ao discutir questões que passam desapercebidas em nosso cotidiano. O que mudará em nossa cidade? O que fica de bom para os adolescentes e jovens depois da Copa do Mundo? E nossas escolas? Foram perguntas que geraram debate e que serão amadurecidas nas próximas etapas. A atividade itinerante que acontecerá em cada uma das instituições participantes é o primeiro passo para realização da gincana. Para nós que compomos a Rejupe/CE, a formação e o debate sobre o tema que ousamos pôr em cena é fundamental, como aponta Daniel Macêdo, jovem focal no estado, “não adianta que iniciemos um longo fluxo de atividades em prol de um direito se o nosso público-alvo não se encontra empoderado para discutir, opinar e apresentar alternativas de solução para as problemáticas encaradas. O Legado Social positivo deve ser uma bandeira não somente de instituições, mas de adolescentes que, em suma, são os maiores afetados”. Por fim, fora exibido o último episódio da WebTV Movimente, que trata sobre a prática do basquete em Fortaleza. GINCANA ESPORTIVA E CULTURAL VAMOS MUDAR O JOGO Articulada e realizada pela REJUPE Ceará, se caracteriza pelo espaço de intercâmbio entre adolescentes dos diversos pontos de Fortaleza em discussões, oficinas, produções, comunicação e prática esportiva em prol dos direitos humanos. As atividades são mediadas por membros da rede que, voluntariamente, possibilitarão a expansão de horizontes sobre legados sociais para um público de 500 adolescentes que, após a gincana, serão multiplicadores dos conhecimentos adquiridos. A atividade conta com apoio da Articulação Cearense de Jovens Protagonistas e da Legião da Boa Vontade. Leia mais

Rejupe/AM realiza oficina com jovens indígenas

Manaus (AM), 18 de setembro de 2013 – Neste sábado (21), adolescentes e jovens da Rejupe/AM se preparam para desenvolver o projeto de “Mídias Digitais” na comunidade Ribeirinha Nova Esperança, a 2 horas da capital Amazonense, o projeto busca integrar e incentivar através do esporte e comunicação o comércio local na comunidade. A comunidade tem projetos de ecoturismo e vendas de artesanatos indígenas. A formação já tem programação e entre as várias atividades o esporte é tomado como forma de sensibilização para uma formação e implementação sobre redes virtuais, publicidade sustentável, comunicação interpessoal, ferramentas educomunicacionais e suas utilizações. O projeto será desenvolvido junto ao Instituto de Pesquisas Ecológicas, o qual tem bases de estudos em várias comunidades, entre elas Nova Esperança. Para Nailza de Sousa, coordenadora de projetos eco turísticos as atividades que serão desenvolvidas terão um impacto positivo em cada um dos jovens que participarão da formação “são adolescentes e jovens muito tímidos, que não tem muita afinidade com ferramentas tecnológicas nem espaços de lazer, será um dia diferente, e é claro o projeto busca a sustentabilidade destas informações”. Sebastian Roa, coordenador da Rejupe/AM ressalta a importância deste projeto para o desenvolvimento e expansão da rede no Amazonas “o projeto tem a missão de incentivar e integrar estes jovens que tem pouco contato com  ferramentas comunicacionais e tecnológicas, sensibiliza-los sobre direitos em geral, formas de melhorar de alguma maneira a vida de cada habitante”.   PROGRAMAÇÃO DA OFICINA DE MÍDIAS DIGITAIS Local: Barracão comunitário da Comunidade Nova Esperança Data: 21 de setembro de 2013 Publico: Jovens de 12 a 16 anos das comunidades de Nova Esperança e Nova Canãa. Equipe REJUPE e IPE: Sebsatian, Nailza,Igor, Loyane, Claudenice 9:00- Dinâmica de apresentação(Loiane, claudenice, sebastian, igor) 9:30- Apresentação do objetivo da oficina. Os participantes escreverão em uma targeta o espera da oficina. 10:00- Visão Fotográfica(sebastian) 10:30- Trabalho prático: Como vejo a minha comunidade, por meio da fotografia.(sebastian) 11:00 – Como devo usar as mídias digitais para divulgar a minha comunidade. Ex. prático cadastramento no facebook para promover “publicidade sustentável” da comunidade e melhorar a possibilidade de participação em redes indígenas no Brasil. Ex: Divulgando cultura, turismo e artesanato (igor e sebastian) 12:00 às 13:00- Almoço comunitário 13:00- Dinâmica de Rede 13:30- Dar exemplos de boas práticas do uso de ferramentas digitais( Igor) 14:00- Eleição da melhor fotografia 15:00- Avaliação da oficina 16:00- Encerramento.Leia mais

Participe do Festival de Pipas da UFMT

Cuiabá (MT), 18 de setembro de 2013 – A Rejupe/MT integra o 5º Festival de Pipas da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) que será realizado no próximo dia 21 de setembro, a partir das 8h, no Ginásio de Esportes da UFMT. O evento abrange 350 vagas, gratuitas, destinadas a crianças adolescentes e jovens. Os participantes receberão kits para montagem das pipas, com apoio de monitores voluntários. Mais informações pelo telefone 3615.8841, no e-mail desporto@ufmt.br ou no endereço www.ufmt.br/escolinha.Leia mais

Rejupe/RS integra seminário por garantia de direitos

Porto Alegre/RS, 17 de setembro – A Rejupe/RS participou, pelo convite do EVESCA (Comitê de Enfrentamento à Violência Sexual de Porto Alegre), no Ministério Público do Rio Grande do Sul, na última terça-feira (10) do Seminário de Articulação e Atualização do Sistema de Garantia de Direitos em tempo de Copa 2014. Esse Seminário serviu de espaço para se falar do Comitê de Proteção à Infância em Megaeventos e Copa 2014, sua instalação será no dia 27 de setembro na Secretaria Adjunta da Mulher do Município de Porto Alegre. Durante o seminário, a Rejupe salientou a retomada do GT Intersetorial da Copa, assim como, do Comitê do Legado Social da Copa do Mundo, além de levantar a questão da participação de adolescentes no exercício do protagonismo juvenil nesses espaços. Ao final de sua participação a Rejupe se colocou à disposição em mobilizar adolescentes para o ingressarem a rede. Na parte da tarde foram apresentados os dados técnicos do monitoramento que os representantes da SGD em Porto Alegre fizeram na Copa das Confederações na cidade de Belo Horizonte.Leia mais

Rejupe/RN promove bate-papo com crianças e adolescentes

Natal (RN), 16 de setembro de 2013 – Na tarde do último sábado (14), a Rejupe/RN realizou um bate-papo com adolescentes da Comunidade Novo-Horizonte (bairro das Quintas), na sede do Projeto da Igreja Batista Viva “Grão de Mostarda”. Na ocasião, foi abordado com os adolescentes os Megaeventos Esportivos e seus possíveis benefícios, de como é a participação de adolescentes e jovens em momentos que podemos estar fazendo uma verdadeira e importante diferença, exposto opiniões dos grandes espetáculos esportivos que já começaram a acontecer, e o posicionamento da rede quanto a esses discursos. Dividindo experiências de vida em prol do melhor pra todas crianças e adolescentes. E como o Projeto também atende Crianças da comunidade, a REJUPE não poderia deixar de fora da atividade àqueles que serão os mais, ou menos favorecidos. Cada um pode colocar o que pensam acerca dos direitos que a prática esportiva pode proporcionar. Ao final, cada desenho, cada palavra só veio dar forças pra aqueles que estão atuando em busca de um direito que é de todos. Ao término da atividade, foi dado um tempo para que cada um escrevesse em uma folha os seus pensamentos sobre as reais importâncias do Direito ao Esporte Seguro e Inclusivo para crianças e adolescentes, e o resultado foi um texto produzido pelos mais de 15 adolescentes presentes, que segue abaixo: “O esporte é importante para a vida de todos. Com a garantia do Direito ao Esporte com segurança e sem exclusão nenhuma todas as Crianças e Adolescentes terão melhores condições de vida. Debater entre adolescentes sobre o Direito ao Esporte Seguro e Inclusivo e o Legado Social dos Megaeventos Esportivos é o que tem de ser feito e colocado diante do poder público e toda a sociedade. Eles precisam saber que temos também a nossa importância e que temos conhecimento dos vários benefícios que podem vir até nós. União, sem descriminação; fortalecimento de laços de convivência na sociedade; esperança, para um futuro melhor são palavras que nos dá ânimo pra continuar sonhando sem temer coisa alguma. Como iremos praticar esporte em uma quadra sem infraestrutura adequada? Segurança é importante, por isso que deve ser assegurado de forma absoluta desde já!” Conclusão: O esporte não é só para o rico e nem só para o pobre. Não importa se seja deficiente. Não importa o local em que habitamos. Não importa as diferenças que são pregadas neste mundo. O que importa é que o direito é um só, e deve ser tratado igualmente para todos.Leia mais

Rejupe/AM se reúne para articulação e prática esportiva

Manaus (AM), 16 de setembro de 2013 – No último sábado a Rejupe/AM se reuniu para discutir, dividir e diagnosticar a participação dos integrantes nos projetos que a rede desenvolverá durante o segundo semestre, além, é claro, de 'bater aquela bolinha'. Entre os pontos discutidos foram divididos os grupos de trabalho para cada projeto, tendo em conta a disponibilidade de tempo de cada um, os adolescentes foram inseridos em todas as atividades justamente com o objetivo de colaborar na sua formação. A formação de adolescentes da REJUPE agora toma novos rumos pela capital amazonense, a cada encontro será discutido um tema transversal ao esporte seguro e inclusivo, dessa forma é possível ampliar o conhecimento e a apropriação do tema dos diretos da criança e adolescente, dessa forma formaremos adolescentes e jovens mais críticos e participativos. A Rejupe/AM se prepara para desenvolver este mês o projeto educomunicacional na comunidade ribeirinha Nova Esperança e Nova Canaã, o objetivo é promover o comércio local através da apresentação de ferramentas comunicacionais tendo o esporte como sensibilizador. Ainda neste mês começa o projeto “Mobilizando e Agindo pela Proteção de Crianças e Adolescentes na Copa de 2014” aprovado pelo edital da CHILDHOOD e OAK foundation. Em outubro será realizado junto ao Instituto de Pesquisas na Amazônia (INPA) semana nacional de ciência e tecnologia a qual proporcionará momentos de lazer a crianças e adolescentes nos dias 21 a 26 de outubro.Leia mais

Rejupe articula novas parcerias para a rede em Porto Alegre

Porto Alegre (RS), 16 de setembro – No dia 06 de setembro, na Secretaria de Governança Local de Porto Alegre, foi realizada uma reunião de articulação com representantes dos núcleos da Associação Cristã de Moços - ACM, além de Leonardo Menezes da Científica Assessoria Empresarial/FECI (Fundação de Educação e Cultura do Sport Club Internacional), Carlos Simões representando a SGML e Fabiele Meneguzzi da REJUPE Rio Grande do Sul, com o intuito de integrar ao núcleo da Rejupe/RS adolescentes das ACM Cruzeiro, Santa'ana e Restinga. Ficou agendado junto aos parceiros o I Encontro da rede para o dia 26 de setembro, às 14h no núcleo ACM Cruzeiro, um encontro posterior na FECI no dia 15 de outubro e terceiro encontro no dia 25 de outubro na ACM Santa'ana. A jovem representante da Rejupe/RS, Fabiele Meneguzzi afirma que “os encontros serão espaços de formação dos adolescentes sobre a rede, discutindo o direito ao esporte seguro e inclusivo, assim como o legado social positivo dos megaeventos esportivos, além é claro, de proporcionar atividades lúdicas e esportivas aos adolescentes”.Leia mais

Rejupe realiza Formação em Esportes Educativos

Brasília, 15 de setembro de 2013 – Com o apoio do UNICEF e a coordenação do Instituto Formação a REJUPE realizou em Brasília, nos dias 30 e 31 de Agosto de 2013, o Seminário de Planejamento do Projeto de Formação de Adolescentes em Esportes Educativos. Estiveram presentes representantes dos adolescentes e jovens e das organizações parceiras da REJUPE de todos os núcleos estruturados nos Estados de Minas Gerais, Mato Grosso, Paraná, Ceará, Amazonas, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Bahia, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, São Paulo, Maranhão e o Distrito Federal. Os objetivos que orientaram a programação da Rede durante o seminário foram os de: - avaliar os encaminhamentos realizados após encontro de Recife; - socializar o Projeto Adolescentes Mobilizados – Programa de Formação de Adolescentes e Jovens para Mediação em Esportes Educativos; - compartilhar o conteúdo e a estratégia metodológica de uso dos documentos: COMPETÊNCIAS PARA A VIDA - Trilhando Caminhos de Cidadania e Mediação em Esportes3; - dialogar sobre o ativismo da REJUPE nas redes sociais; - definir Plano de Ação Estratégica e da Agenda do Programa nos Núcleos. O Programa de Formação de Adolescentes e Jovens para Mediação em Esportes Educativos (Seguros e Inclusivos) acontecerá em duas etapas: uma no segundo semestre de 2012 e outra nos dois primeiros meses de 2014. As datas definidas para a primeira etapa em cada um dos Núcleos da REJUPE são: Maranhão – 28 e 29 de SetembroAmazonas – 24 e 25 de OutubroParaná – 24 e 25 de OutubroMinas Gerais – 08 e 09 de NovembroRio Grande do Norte – 15 e 16 de NovembroBrasília – 15 e 16 de NovembroMato Grosso – 23 e 24 de NovembroRio Grande do sul – 27 e 29 de NovembroBahia – 28 e 29 de NovembroSão Paulo – 9 a 11 de NovembroRio de Janeiro – 09 a 11 de NovembroPernambuco – Outubro (a confirmar data)Ceará - Dezembro A coordenação local do Programa é de responsabilidade da REJUPE e organização parceira e a sua execução em nível nacional é de responsabilidade do Instituto Formação com apoio do UNICEF.  Profissionais da Incubadora de Esportes e Cidadania do Instituto Formação estarão presentes em todas as etapas do Programa de Formação dos Adolescentes e Jovens em Esportes Educativos realizando a coordenação dos trabalhos. Como encaminhamentos estratégicos para continuidade dos diálogos sobre a REJUPE foram constituídas duas comissões: - a primeira Comissão tendo como objeto a revisão dos papéis das instituições e dos jovens, com a proposição de novos termos de compromisso, composta por Rio Grande do Sul: Carlos Fernando Simões Filho; Bahia: Gláucia da Luz Teixeira; Amazonas: Anne Sousa e Luena Alves da Silva; Rio de Janeiro: Bianca Caroline de Oliveira; Ceará: Frida Taina Popp; Pernambuco: Adriano Souza; IIDAC: Gilbert Scharnik e UNICEF: Ludmila Palazzo; - e a segunda Comissão para elaboração do relatório do Seminário de Planejamento de Brasília, composta por: Rio de Janeiro: Paula Latgé; Rio Grande do Sul: Fabiele Zanquetta; Mato Grosso: Rodrigo Alcino Bueno do Nascimento; Ceará: Daniel Macêdo; Instituto Formação: Regina Cabral / Diane Sousa; UNICEF: Ludmila Palazzo. Até o dia 30 de setembro as comissões compartilharão o resultado das sistematizações realizadas.Leia mais




Eventos

  • Encontro Estadual da REJUPE

    13 e 14/11: Universidade Federal do Maranhão, São Luís as 13h

  • Caravana Esporte e Cidadania

    29/11: Parque Nacional da Serra do Cipó, Minas Gerais



Copyright © 2017 REJUPE. All rights reserved